Gente

Caminhada de fé

Grupo formado há 8 anos composto por famílias e amigos de longa data

   Conhecida como romaria, o que significa uma peregrinação religiosa feita por um grupo de pessoas a uma igreja ou local considerado santo, seja para pagar promessas, agradecer ou pedir graças, ou simplesmente por devoção, podendo ser feita a pé ou em veículos.

   Esse grupo composto por 21 pessoas não foge muito desse significado “romaria”, mas tem um diferencial! Ele é composto por famílias amigas e conhecidos de longa data e com muita afinidade, respeito e porque não dizer carinho.

   Todos os anos eles caminham 212 quilômetros a pé,  saindo da igreja de Nossa Senhora de Aparecida em Bragança Paulista até Aparecida do Norte, cidade localizada no Vale do Paraíba, não só para pedir uma graça ou pagar promessas, mas principalmente para agradecer verdadeiros milagres alcançados e por tudo o que Deus tem abençoado em suas vidas no dia a dia!

   Eles caminham de 38 a 42 quilômetros por dia em um clima de sorrisos e lágrimas, cheios de emoções e sentimentos de gratidão. Esse sentimento veio à tona quando entrevistamos Reginaldo Formiga, que participa da caminhada há quatro anos, e Márcio Galdino, que fez sua estreia esse ano na caminhada, juntos esperam que o grupo se multiplique para fortalecer ainda mais os relacionamentos e a FÉ.

   A exatamente dois quilômetros do destino final da peregrinação, há uma pequena igreja na cidade de Potim, onde já é tradição o grupo fazer uma última parada para concentração de fé e reunir todos para juntos chegarem à Basílica de Nossa Senhora Aparecida. Nessa capela, como é chamada, já aconteceram momentos emocionantes como aproximação de relacionamentos quebrados e muitos outros casos a que podemos chamar de milagres!!!

   O grupo, que foi formado há 8 anos, tem os pioneiros Val da borracharia, o famoso “Anda e Sobe”, Robson, Kinho Galdino e Regis Formiga e nesse ano foi composto por mais 18 pessoas totalizando 21 . Extremamente organizados, eles caminham uniformizados e acompanhados por 3 carros de apoio devidamente adesivados. Nas paradas feitas durante todo o dia são montadas tendas para abrigar os romeiros e fornecer alimentação, descanso, hidratação e os mais debilitados recebem atendimento dos mais fortalecidos e experientes como Robson, Regis e Mayara entre outros que gentilmente não medem esforços para cuidar, principalmente, dos pés dos amigos que acabam sofrendo com bolhas e pequenas lesões, Marcinho e Ângela, ambos do estado da Bahia, pais de Antônio, que foi um dos mascotes do grupo e ajudou muito no apoio,  agradeceram muito os cuidados dos amigos fraternos. Ao término de mais um dia de peregrinação, os romeiros têm o merecido descanso e se recuperam para o próximo dia da Caminhada da Fé em pousadas e chácaras previamente agendadas pelos organizadores.

Interação

   Na caminhada, o grupo acaba interagindo com romeiros de todo território nacional, conhecendo pessoas interessantes e cheias de curiosidade como é o caso do “Robocop”, um senhor de 74 anos de idade, que há 17anos caminha da cidade Águas da Prata, que liga São Paulo ao estado de Minas Gerais, e vai até Aparecida do Norte só com uma mochila nas costas, anda rápido como ninguém, e toda essa pressa é só para agradecer as graças alcançadas. O apelido de Robocop surgiu pela grande quantidade de pinos que existem em seu corpo, devido aos acidentes sofridos durante seus 74 anos de vida.

Grupo

   Formado por 22 pessoas, o grupo que no WhatsApp chamava “Te Encontro Pelo Mundo”, ganhou um novo nome em 2018 “Cadê o Antônio”, nome esse carinhosamente escolhido pelo grupo para homenagear os cuidados e atenção da mamãe Ângela ao seu filho Antônio, sempre dizendo ‘Cadê o Antônio’ rsrs!!! Pois bem, o grupo que caminhou os cinco dias foi formado por Val da borracharia “Anda e Sobe”, Kinho Galdino, Regis Formiga, Robson, Márcio Galdino, Mayara, o casal Marcinho e Ângela, outro também casal Talita e Emerson Toffaneli, Sr.Valdir e Pedro (pai e filho), Edú Corrêa, Danilo Zandoná, Marco Brazil e André Gato Magro. E o grupo de apoio indispensável para tudo sair bem foi formado por: Claudinho, Marcílio, Zandoná (pai do Danilo), os mascotes mirins Antônio (filho do casal baiano), Edú Toffaneli (filho de Talita e Emerson) e a participação especial do também caminhante Edú Corrêa, que por conta de uma pequena lesão no pé teve em alguns momentos que ir para o carro, mas bravamente continuou com o grupo e ajudou muito no apoio.

Maior templo católico do Brasil

   Catedral Basílica Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, também conhecida como Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, é um templo religioso católico localizado no município brasileiro de Aparecida, no interior do estado de São Paulo. É o maior templo católico do Brasil e o segundo maior do mundo, menor apenas que a Basílica de São Pedro, no Vaticano. É a maior catedral do mundo, visto que a Basílica Vaticana não é uma catedral. Também é o maior espaço religioso do país, com mais de 143 mil m² de área construída ao longo de todo o Santuário.

   A estrutura foi solenemente sagrada em 4 de julho de 1980 pelo Papa João Paulo II, quando ele visitou o Brasil pela primeira vez. Em 1984, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) elevou a nova basílica a Santuário Nacional. Localizada no centro da cidade, tendo como acesso a “Passarela da Fé”, que liga a basílica atual com a antiga, ambas visitadas pelos romeiros. Já recebeu a visita de três papas: João Paulo II, Bento XVI e Francisco.

   Em novembro de 2016, por decreto do Papa Francisco, a basílica foi elevada à dignidade de igreja-catedral da Arquidiocese de Aparecida, título transferido da igreja de Santo Antônio, em Guaratinguetá. O santuário é visitado anualmente por aproximadamente 12 milhões de romeiros de todas as partes do Brasil. Em 2017, o santuário registrou 13 milhões de visitantes, o maior de sua história. e toda essa pressa é só para agradecer as graças alcançadas. O apelido de Robocop surgiu pela grande quantidade de pinos que existem em seu corpo, devido aos acidentes sofridos durante seus 74 anos de vida.